01
NOV
2017

Iniciativa BRICS de Estudos Críticos sobre Transformações Agrárias (BICAS)

 

BRICS Initiative for Critical Agrarian Studies (BICAS)

Criada em 2013, em um seminário em Pequim, no College of Humanities and Development Studies (COHD), na China Agricultural University, a BICAS é uma rede de pesquisadores e pesquisadoras de universidades, em grande parte baseadas em países dos BRICS, com o propósito de estudar e problematizar transformações agrárias internas, regionais e globais, a partir da emergência dessa aliança. Partindo da importância dos BRICS como global players, o principal objetivo da BICAS é incentivar estudos, pesquisas e intercâmbios sobre mudanças nos territórios nacionais, nos contextos intra e inter regionais desses países, especialmente a partir de atividades dos Estados e investimentos governamentais no campo. Visa compreender, portanto, transformações agrárias (uso da terra) e ambientais, políticas públicas de agro investimentos, segurança e soberania alimentar (interna e regionalmente) nos BRICS.

A primeira atividade (conferência e reunião de trabalho) foi realizada em 2013, no College of Humanities and Development Studies (COHD), da China Agricultural University, em Pequim. A Inciativa BICAS é resultado de projetos de pesquisas e cooperação anteriores, os quais promoveram a interação de pesquisadores da China, Brasil e Holanda. Esses organizaram a conferência em Pequim, sendo que a reunião de trabalho (com uns 25 participantes de vários países) deu início à Plataforma BRICS de Estudos sobre Transformações Agrárias (BRICS Initiative for Critical Agrarian Studies) ou simplesmente BICAS.

A partir de Pequim, foram realizados outros três eventos acadêmicos internacionais, sendo o segundo (Seminário Internacional sobre transformações agrárias, terra e desenvolvimento nos BRICS) foi realizado na Universidade de Brasília, em 2014. A terceira conferência (International Conference Rural transformations and food systems: The BRICS and agrarian change in the Global South) foi realizada no Institute for Poverty, Land and Agrarian Studies (PLAAS), da University of the Western Cape, Cidade do Cabo, em 2015.

A quarta conferência (Land grabbing, conflict and agrarian-environmental transformations: perspectives from East and Southeast Asia) foi realizada em Chiang Mai (Tailândia), também em 2015. A quinta conferência da Plataforma BICAS foi realizada em dezembro de 2016, novamente na China Agricultural University em Pequim (China).

A sexta conferência (New Extractivism, Peasantries and Social Dynamics: Critical Perspectives and Debates) foi realizada em Moscou (Rússia) no Agricultural Research Center, da Russian Presidential Academy of National Economy and Public Administration (RANEPA), em outubro de 2017.

Universidades envolvidas: College of Humanities and Development Studies, da China Agricultural University; Institute for Poverty, Land and Agrarian Studies, da University of the Western Cape, África do Sul; Agricultural Research Center, da Russian Presidential Academy of National Economy and Public Administration (RANEPA); e International Institute of Social Studies, da Erasmus Universiteit Rotterdam, Holanda.

 Links importantes

a) Artigos e informações de várias conferências:

https://www.iss.nl/research/research_groups/political_economy_of_resources_environment_and_population_per/networks/brics_initiatives_in_critical_agrarian_studies_bicas/

b) Blog da conferência na UnB em 2014:- https://bicasbrasil.wordpress.com

c) Grupo de pesquisa no CNPq – BICAS – Iniciativa BRICS de Estudos sobre Transformações Agrárias: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1891972268311529

 

 

Deixe um comentário

*

captcha *