O curso de Graduação de Licenciatura em Educação do Campo, aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CEPE – da Universidade de Brasília, e cuja primeira turma teve inicio em 2007, atende à demanda formulada pelo Ministério da Educação, por intermédio da Secretaria de Educação Superior e da Secretaria de Educação Continuada Alfabetização e Diversidade, endereçada à Universidade de Brasília mediante carta-convite em novembro de 2006. Tem como objeto a escola de Educação Básica do Campo, com ênfase na construção da organização escolar e do trabalho pedagógico para os anos finais do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio.

O Curso pretende formar e habilitar profissionais na educação fundamental e média que ainda não possuam a titulação mínima exigida pela legislação educacional em vigor, quer estejam em exercício das funções docentes, ou atuando em outras atividades educativas não escolares junto às populações do campo. O curso tem a intenção de preparar educadores para uma atuação profissional que vai além da docência, dando conta da gestão dos processos educativos que acontecem na escola e no seu entorno.

Com o objetivo de formar educadores das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, para atuar na Educação Básica em escolas do campo, pretende, simultaneamente, contribuir para a construção coletiva de um projeto de formação de educadores que sirva como referência para políticas públicas de Educação do Campo.

O Curso está sendo implementado mediante parceria com o Instituto Técnico de Capacitação e Pesquisa da Reforma Agrária – ITERRA, instituição de ensino sediada no Rio Grande do Sul, com larga experiência em formação de educadores do campo, atendendo à intenção do Ministério da Educação de estimular a parceria das IES com entidades educacionais que atuam junto às populações do campo.

Em agosto de 2007 realizou-se o primeiro vestibular, promovido pelo CESPE/UnB, para a Licenciatura em Educação do Campo, aprovando 130 candidatos, dos quais 60 foram convocados para compor a primeira turma, cuja 1ª Etapa/Semestre teve início em 24 de setembro.

Projeto Político Pedagógico 

Notícias Relacionadas:

– Projeto expandirá educação do campo (portal MEC)