O

curso de graduação em Gestão Ambiental foi criado em resposta à crescente demanda de formação profissional especializada na área ambiental, especialmente nos processos de mudança institucional rumo à sustentabilidade.

A formação do Bacharel em Gestão Ambiental é interdisciplinar, abrangendo as áreas de Administração e Economia, Ciências Biológicas, Exatas e da Terra e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

PPP do curso diurno 

Grau: Bacharel
Limite mínimo de permanência: 8
Limite máximo de permanência: 16
Quantidade de Créditos para Formatura: 186
Quantidade máxima de Créditos no Módulo Livre: 24
Fluxograma

Perfil do Gestor Ambiental

O profissional formado em Gestão Ambiental na FUP poderá atuar em órgãos públicos, empresas e organizações não governamentais. Estará habilitado a propor e gerenciar soluções para problemas ambientais; a mediar conflitos socioambientais; a fiscalizar o cumprimento da legislação ambiental, internalizando assim o principio da sustentabilidade nas instituições públicas e privadas em que atuar.

Habilidades e competências

  • reconhecer e definir, por meio de metodologias participativas, os problemas sócio-ambientais existentes nos processos produtivos, nos conflitos pelo acesso e uso dos recursos ambientais e nas demais questões que implicam em relações com o ambiente;
  • avaliar, propor, decidir e intervir em cursos de ação, a partir de processos de gestão participativa, em que se evidenciam as relações, inter-relações e contradições observadas nos processos produtivos, conflitos pelo acesso e uso dos recursos ambientais e nas demais questões que implicam em relações com o ambiente;
  • compreender as inter-relações entre as múltiplas dimensões do conhecimento e da realidade que afetam a realidade ambiental dos processos produtivos, que geram conflitos pelo acesso e uso dos recursos ambientais e as demais questões que implicam em relações com o ambiente ao se buscar estruturas sociais sustentáveis;
  • atuar em grupos interdisciplinares, proporcionando um aprendizado contínuo, compartilhado e abrangente por toda a organização ou projeto;
  • compreender de maneira aprofundada as questões ambientais dentro das organizações, buscando inovações nos modelos de gestão ambiental a serem implementados;
  • contribuir para a formulação, execução, acompanhamento, análise e avaliação de planos, programas, projetos e atividades na área de gestão ambiental como, por exemplo: programas de gerenciamento de resíduos, de recursos hídricos, de áreas naturais protegidas, políticas públicas e difusão de tecnologias;
  • conceber, desenvolver, implementar e documentar estudos de impacto ambiental (EIA) e relatórios de impacto ambiental (RIMA);
  • conceber, desenvolver, implementar, documentar, certificar e auditar sistemas de qualidade tipo série 14000, FSC, entre outros;
  • conhecer e monitorar na organização de vínculo a aplicação das leis e regulamentos, que regem as relações da sociedade com o ambiente;
  • promover processos de educação ambiental formal, informal e não-formal em organizações e comunidades;
  • conduzir pesquisa, estudo, análise, interpretação, planejamento, implantação, coordenação e controle de trabalhos nos campos das ciências ambientais;
  • assessorar e administrar entidades voltadas para a defesa de interesses sócio-ambientais.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

>Regulamentação de Atividades Complementares

Modelo de Ofício
Encaminha solicitação de créditos por Atividades Complementares. Uso obrigatório.

> Tabela de Pontuação
Instrumento para contagem estimativa dos créditos por Atividades Complementares. Uso obrigatório.

> Formulário para Recurso
Instrumento para contestação, por parte do estudante, do resultado da avaliação de solicitação de aproveitamento de Atividades Complementares.

MONITORIA

> Critérios e Formulário para Candidatura à Monitoria
REVISÃO DE MENÇÃO

> Resolução CEPE n. 006/86 
Dispõe sobre o processo de revisão de menção final.

Formulário de Revisão de Menção Final

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

> Ficha de Acompanhamento de Orientando
Instrumento a ser adotado pelo Orientador para registro das sessões de orientação realizadas com o orientando na elaboração do TCC. Uso recomendado.

> Ficha de Avaliação do Estudante
Instrumento a ser adotado pela Banca Examinadora para avaliação do TCC e desempenho do estudante em sua defesa pública. Uso obrigatório.

> Ficha de Desempenho do Orientando
Instrumento a ser adotado pelo Orientador para comunicar aptidão do estudante à defesa pública de TCC. Uso obrigatório.

> Formulário de Formalização de Orientação
Uso obrigatório.

> Modelo de Capa de TCC
Uso obrigatório.

> Modelo de Carta-Convite para Membros da Banca Examinadora de TCC
Uso recomendado.

Modelo de Ficha Catalográfica de TCC
Uso obrigatório.

> Modelo de Folha de Aprovação
A Folha de Aprovação integra a versão final do TCC e deve ser assinada pelos membros da Banca Examinadora. Recomenda-se que o Orientador tenha a Folha de Aprovação em mãos no dia da defesa pública. Uso obrigatório.

> Modelo de Folha de Rosto do TCC
Uso obrigatório.